O ano euclides no ''Estado''

- O Estado de S.Paulo

Março: o repórter Daniel Piza e o fotógrafo Tiago Queiroz reconstituem a expedição chefiada em 1905 por Euclides da Cunha ao longo do Rio Purus, no Acre. A viagem é acompanhada em boletins pela Rádio Eldorado, notícias em tempo real no portal estadão.com.br e matérias publicadas pelo Estado, reunidas depois em um caderno especial lançado em abril. As imagens transformam-se no vídeo Um Paraíso Perdido, de Felipe Machado, disponível no Portal Estadão. Abril: o caderno Cultura inaugura a seção "Euclides no Estado", com reprodução de trechos de artigos do escritor para o jornal, comentados pela professora Walnice Nogueira Galvão. Julho: a Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip, inclui a mesa-redonda O Mar e os Sertões, promovida pelo Estado, com os os críticos literários Walnice Nogueira Galvão e Francisco Foot Hardman, além do escritor amazonense Milton Hatoum e de Daniel Piza. Ontem: realização do debate Euclides da Cunha 360º - A Obra e o Legado de um Intérprete do Brasil, no auditório do Estado, transmitido ao vivo pelo Portal Estadão, que passa a disponibilizar uma página especial sobre a vida e a obra do escritor. 23 de agosto: edição especial do caderno Cultura com a cobertura completa do debate.