Meu nome é Bono Boxe

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Tal pai, tal filho. Acostumado a ver seu pai chegar da academia, Bono começou a tomar gosto pelas luvas de boxe. Tanto que ontem à noite, quando cheguei em casa, ele estava assim, como na foto ao lado. Suas primeiras palavras: ?Me chame de Bono Boxe a partir de hoje?. Bono tinha uma razão específica para iniciar seu treinamento. Tanto a coluna do nosso companheiro de redação, Felipe Machado, como uma capa desta semana do caderno Variedades estampavam cachorros felizes da vida. Expliquei para o Rocky de bigodes que não deveríamos fazer disso uma guerra. Que apesar de os cachorros não serem tão espertos como os gatos, são seres adoráveis. Bono entendeu, mas disse que continuará a treinar. Eu achei ótimo. Agora podemos assistir às lutas da TV juntos e discutir quem mandou o melhor jab, direto ou cruzado.