Mariana Aydar

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

A (ótima) banda de forró Caruá foi o primeiro passo da sua carreira, mas não a sua iniciação musical. A arte sonora está no gene da filha do musicista Mário Manga (lembra da banda Premeditando o Breque?) e da empresária Bia Aydar, que foi produtora de artistas como Lulu Santos. Seu primeiro álbum solo, Kavita 1, lançado no fim do ano passado, é sinergia entre bossa e forró, música brasileira contemporânea e sambas clássicos, entre outros. Tem participações de Leci Brandão, João Donato e João Nogueira. No ipod de Mariana, que tem 26 anos, toca muito samba e Roberto Ribe. Entre os dias 4 e 6 de maio, ela se apresentará no Auditório do Ibirapuera com participações de Céu, Leci Brandão e outros amigos. Visite o site de Mariana ou o perfil dela no MySpace Feminino -Um ícone feminino na música? Mariana - Elis Regina, porque ela é completa como cantora e artista. Primeiro de tudo, é um coração prá lá de rasgado, uma entrega incondicional, interpretação impecável, e swing, muito swing na veia! Feminino - Ícone fashion? Mariana - Não tenho. Acho bom ver pessoas totalmente à vontade na roupa que vestem. Ou melhor, ver a roupa vestindo a pessoa, aí fica bonito. Feminino - Qual o estilo de seu trabalho? Mariana - Acho difícil definir um estilo para qualquer trabalho, porque as ferramentas do artista são muito próprias e muito individuais e, na verdade, é só assim que a arte fica bonita e verdadeira, quando você se encontra. E isso vai mudando com o tempo, porque estamos em mutação constante e a música nada mais é do que a extensão da vida, do ser, das escolhas. Mas a minha matéria-prima é a Música Brasileira, que amo muito. Feminino - Qual o seu estilo de vestir? Mariana - Gosto de me sentir à vontade, confortável e fiel ao meu estado de espírito no momento. Se um espírito lady baixar em mim, boto salto alto sem problemas. Mas, na maioria das vezes, o espírito que me habita é mais tranquilo mesmo: forró, praia, mata, Trancoso... Feminino - Onde esses estilos se encontram? Mariana - Na verdade e sinceridade que procuro ter comigo mesma. Feminino - O que busca na música e na moda? Mariana - Na música busco ser verdadeira. A verdade é uma só e, quando ela acontece na música, consegue despertar a verdade em quem ouve, e aí alguma coisa boa acontece, com certeza. Na moda? Primeiro sempre busco a verdade em mim, e isso se refletirá em qualquer coisa que eu fizer, inclusive nas roupas que eu vestir. Feminino - O melhor é cantar vestindo... Mariana - Alguma coisa que pareça que você está sem nada, livre para se expressar como quiser. Mas eu também gosto de um salto alto, pois me dá segurança. Feminino - Como compõe suas canções? Mariana - Ainda estou dando os primeiros passos na composição. Sempre que acontece, vem de muita inspiração, alguma coisa que não dá para conter e que não é minha, com certeza. Feminino - Como compõe o seu visual? Mariana - Depende do dia, da hora, do lugar, do estado de espírito. Feminino - O que não pode faltar em sua música? Mariana - Sinceridade e ritmo. Feminino - O que não pode faltar em seu guarda-roupa? Mariana - Calça legging para dançar no chão.