LHC volta a funcionar no 2º trimestre de 2009

Carlos Orsi, estadao.com.br - O Estado de S.Paulo

Além de consertos, colisor de partículas cumprirá ?recesso? obrigatório durante o inverno

O maior acelerador de partículas do mundo, o Grande Colisor de Hádrons (LHC), ativado com sucesso em 10 de setembro, só voltará a funcionar no segundo trimestre de 2009, informa nota distribuída pela Organização Européia de Pesquisa Nuclear (Cern). A ativação do LHC no início deste mês foi celebrada por cientistas em todo o mundo como um grande sucesso, mas os trabalhos tiveram de ser interrompidos, 36 horas depois, para o conserto de um transformador. Na última semana houve nova suspensão por causa de um vazamento de gás hélio, usado na refrigeração do equipamento. Entenda os objetivos do LHC A nota do Cern atribui o vazamento a um defeito na conexão elétrica entre dois dos magnetos do acelerador. Os técnicos concluíram que será necessário reaquecer a seção afetada - mantida em temperatura de -271°C , próxima ao zero absoluto - e em seguida desmontar os magnetos para uma inspeção. O procedimento todo levará, pelo menos, três semanas. Somando esse prazo ao tempo estimado para a análise das peças e realização dos reparos que se fizerem necessários, a equipe do Cern concluiu que não será possível voltar a utilizar o LHC antes do fechamento do Cern para o período obrigatório de manutenção de inverno, estação que começa em dezembro no Hemisfério Norte. Tradicionalmente, o Cern fecha em meados de novembro e só volta a operar no fim de março ou início de abril. Ao final do intervalo no inverno, os técnicos realizam o processo de reiniciar a "cadeia aceleradora", que prepara os feixes de prótons para serem disparados na máquina. Esse trabalho, diz o porta-voz do Cern, James Gillies, "é algo que temos um bocado de experiência em fazer, e não há motivo para que não corra rapidamente". BALDE DE ÁGUA FRIA "Vindo imediatamente após um início de operações extremamente bem-sucedido, esse é um golpe psicológico inegável", disse o diretor-geral do Cern, Robert Aymar, na nota que anuncia os novos prazos. Cientistas esperavam poder usar o LHC ainda por alguns meses em 2008 para calibrar o equipamento, preparando-o para iniciar, em 2009, as colisões de partículas a 99,99% da velocidade da luz. COM AP