Incentivos para a água

- O Estado de S.Paulo

Cerca de 300 especialistas brasileiros e estrangeiros se reuniram nesta semana em um encontro da Agência Nacional de Águas (ANA) para discutir ações de Pagamento por Serviço Ambiental (PSA). O objetivo é divulgar o Programa Produtor de Água, que ajuda a reduzir a erosão e o assoreamento em rios no meio rural. Leia mais reportagens sobre sustentabilidade Veja infográficos sobre meio ambiente Acesse o blog da repórter Andrea Vialli O programa, que existe desde 2001, prevê apoio financeiro a produtores rurais que executarem ações de conservação de água e solo, como a recuperação e proteção de nascentes e o reflorestamento de áreas de proteção permanente. "Na maioria das vezes, eles não têm condições de arcar com custos. A ideia é remunerar quem produz serviços ambientais", diz Devanir dos Santos, gerente de conservação de água e solo da ANA. Produtores rurais também podem receber incentivos do programa, no caso de contribuírem para proteção de mananciais em sua região. Uma das bacias que já trabalha com o programa é a do Rio Paraíba do Sul, entre São Paulo, Minas e Rio. A meta é que o projeto se espalhe para outras regiões. O evento, em Brasília, contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, e do presidente da ANA, José Machado. No encontro, foi lançado o site do programa na internet (www.ana.gov.br/produagua).