Gavião-real voltará ao seu hábitat natural

- O Estado de S.Paulo

Uma experiência tentará amanhã reintroduzir pela primeira vez um exemplar de harpia ou gavião-real (Harpia harpyja) em seu hábitat. Depois de viver 12 anos em cativeiro, uma fêmea da espécie, que é a maior ave de rapina das Américas, será solta em uma área de mata atlântica no sul da Bahia, próximo ao Parque Nacional do pau-brasil.