Fundação Casa terá de indenizar funcionário

- O Estado de S.Paulo

A Fundação Casa foi condenada a pagar R$ 100 mil ao funcionário Reinaldo Luís da Silva por discriminação racial e danos morais. A decisão foi da juíza da 5ª Vara do Trabalho de Ribeirão Preto, Márcia Cristina Sampaio Mendes. Silva acusa a ex-diretora da Unidade de Internação Rio Pardo, Eleonora Perez Guimarães, de ter se referido a ele como "macacão" e "gorilão" durante reunião de trabalho. A instituição vai recorrer.