Funai isola aldeias após morte de bebê

- O Estado de S.Paulo

A Fundação Nacional do Índio (Funai) anunciou a morte de um bebê de 3 meses em consequência da gripe suína, em uma aldeia de São Vicente (SP), e que, por isso, vai impedir a entrada de não indígenas nas comunidades. A secretaria de Saúde da cidade afirmou que outras quatro pessoas com sintomas estão sob cuidados na aldeia Paranapuá. A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) investiga uma morte em uma aldeia no Pará. Foi informada ontem a primeira morte por gripe suína no Norte do País, em Rondônia. A vítima era um jovem de 23 anos. Outra morte, a de um homem de 36, foi registrada em Concórdia, Santa Catarina. Com esses óbitos, o País registra até o momento 277 casos, a maior parte deles (111) em São Paulo. Com EFE