Diminuem casos da doença no Rio Grande do Sul

Elder Ogliari, PORTO ALEGRE - O Estado de S.Paulo

Diminuem casos da doença no Rio Grande do Sul

A velocidade de expansão da gripe suína começou a cair em todo o Rio Grande do Sul. A informação foi divulgada ontem pela Secretaria Estadual da Saúde, com base na comparação dos dados dos últimos 30 dias. O número de notificações chegou ao pico de 1.003 casos na última semana de julho e depois baixou para 943 na primeira, 616 na segunda e para cerca de 200 na terceira semana de agosto. Diante do novo quadro, o secretário da Saúde, Osmar Terra, anunciou que vai revogar amanhã a portaria que suspendeu as cirurgias eletivas. No fim de julho o Estado tinha 300 pacientes de gripe internados em UTIs. Atualmente são 150. As aulas no Estado também serão retomadas amanhã por causa da diminuição no número de casos. Até agora, segundo a secretaria, estão notificados 4.865 casos no Estado, com 93 mortes confirmados e outras 147 aguardando confirmação de exames. A Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, confirmou ontem a morte de mais uma criança vítima da nova gripe. A menina tinha 8 anos. Foi o segundo caso de morte no município. Segundo dados do Ministério da Saúde, o Brasil registrava 486 mortes pela doença até anteontem. São Paulo é o Estado com o maior número de vítimas: 179. Em seguida está Paraná, com 142.