Diesel com menos enxofre exige adaptação

- O Estado de S.Paulo

COMBUSTÍVEL

O diesel com baixo teor de enxofre vai exigir adequação de equipamentos nos postos de combustível, de acordo com a Associação Brasileira de Equipamentos para Postos de Serviço (Abieps). A entidade diz que para o diesel S50, com menos enxofre, começar a ser utilizado, será necessário limpar, reformar e até mesmo substituir equipamentos nos postos de combustível. Além disso, montadoras de automóveis precisariam adaptar peças de motores para utilizar o produto. Segundo o vice-presidente da Abieps, Sergio Cintra, o diesel S50, previsto na legislação, tem propriedades que podem remover antigas incrustações nas paredes de equipamentos instalados em postos. Dessa forma, o produto poderia ser contaminado. Além disso, a ação do produto sobre os equipamentos poderia fazer surgir vazamentos. A Abieps deverá investir também em treinamento de prestadores de serviço para limpeza de equipamentos, como medida preventiva antes de a nova formulação entrar em vigor.