Degelo faz Ártico liberar gás metano

Efe - O Estado de S.Paulo

Milhões de toneladas de metano, gás-estufa 20 vezes mais potente que o CO2, estão escapando das profundezas do Oceano Ártico para a atmosfera, afirmam cientistas em informe publicado no jornal britânico The Independent. Depósitos do gás estão emergindo sob a forma de grandes bolhas. O fenômeno coincide com o aquecimento da região e o desaparecimento da camada de gelo que cobria a água. Teme-se que isso acelere o processo de aquecimento global, causando um círculo vicioso.