Deddo Verde: eco-grafite

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Para tentar suprir a falta de áreas verdes na Cidade, alguns paulistanos compram vasinhos, outros capricham no jardim. O grafiteiro Deddo Verde, de 26 anos, encontrou uma forma pra lá de criativa para tentar ?esverdear? esse concreto: seus grafites são representações de plantas. ?Tento recriar nas paredes uma imagem que faz parte do imaginário das pessoas, as florestas?, explica. Para isso, ele usa folhas caídas de ?molde? em seu trabalho. ?É minha forma de imortalizar a folha porque cada uma é única?, diz. Há cinco anos fazendo grafite, Deddo Verde ganhou o apelido por causa de um livro infantil - ?Titsu, o menino do polegar verde? -, quando começou a trabalhar com paisagismo e jardinagem. Além das ruas e avenidas da Capital, o trabalho de Deddo Verde também pode ser visto no Studio SP (R. Inácio Pereira da Rocha, 170, Vila Madalena). O telefone do artista é o 3862-3633.