Contaminação deixa chineses sem água

EFE - O Estado de S.Paulo

Cerca de 15 mil moradores da província chinesa de Hubej foram afetados com o corte no fornecimento de água por conta de contaminação. Na represa que a abastece, Shiziling, o excesso de produtos químicos depositados causou a proliferação de algas e alta concentração de amoníaco, nitrogênio e fósforo. Por precaução, num país cada vez mais com problemas semelhantes causados pelo desenvolvimento industrial, o governo instruiu os cidadãos a consumir só água engarrafada.