Alunos são punidos por trote violento

- O Estado de S.Paulo

Cinco estudantes acusados de liderar um trote violento no início de 2009 contra 53 calouros de Medicina da Universidade de Taubaté terão de prestar serviços comunitários por seis meses numa entidade e pagar multas que variam de R$ 1 mil a R$ 3 mil. O processo foi prejudicado pela omissão das vítimas - só uma levou o caso até o fim.