Algumas escolas retomam aula

Mariana Mandelli - O Estado de S.Paulo

Apesar de recomendação do Estado, unidades privadas mantêm atividade com apoio dos pais

Apesar da orientação da Secretaria de Estado da Saúde, divulgada no último dia 28, para que o início do semestre nas redes pública e particular de ensino fosse adiado com o objetivo de evitar mais casos de gripe suína, algumas escolas privadas retomaram as aulas desde a semana passada. As instituições contam com o apoio dos pais. Na Prima Escola Montessori, zona sul, as aulas dos 187 alunos de educação infantil e fundamental recomeçaram no dia 27 com a aprovação de 85% pais. "Fizemos uma pesquisa na entrada da escola pedindo a opinião das mães e pais das crianças", diz Victoria Saracchi, diretora-administrativa. "A posição da maioria combinou com a nossa, que já era de não adiar." Na escola Estilo de Aprender, os 250 estudantes de idade entre 1 e 11 anos voltaram à rotina no dia 29. "Abriríamos de qualquer forma. O risco existe, mas dentro de uma escola a responsabilidade pela preservação dos alunos é sempre prioridade", destaca o diretor, Marcelo Cunha Bueno. "Fechar a escola não é um compromisso com a sociedade. Temos, na verdade, o dever de formar e informar." O administrador André Mermelstein, de 38 anos, pai de Alexandre, de 1 ano, concorda com a escola. "É uma reação exagerada e alarmista do governo", afirma. Pai de duas meninas de 6 anos, que estudam na Escola Vera Cruz, onde as aulas foram suspensas, ele vê a rotina da família prejudicada. As escolas dizem que medidas de prevenção - como orientação dos alunos, copos plásticos, ambientes arejados e álcool em gel - estão sendo tomadas. "Não receberemos crianças gripadas", diz a diretora da Escola Encontro, Solange Ferreira. Ela recebeu o apoio dos pais para a retomar hoje o semestre. OUTROS ESTADOS No Paraná, começa hoje o reforço no treinamento das medidas para a prevenção da gripe suína com os 60 mil professores da rede pública. Eles vão assistir a um vídeo produzido em conjunto com a Secretaria da Saúde, que será exibido durante os três turnos de funcionamento das escolas. Também está prevista a distribuição de panfletos aos alunos. Em Porto Alegre, a prefeitura adiou o reinício das aulas da rede municipal para o dia 17 de agosto. A decisão foi tomada no sábado e comunicada aos diretores das 55 escolas municipais de ensino fundamental e médio do município. No Estado de São Paulo, houve a confirmação de mais duas mortes. Campinas confirmou ontem o quinto óbito por gripe suína. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, a vítima foi uma mulher de 30 anos,que morreu na manhã de ontem. A outra foi em Bauru - o primeiro óbito pela doença no município.