Afinal, qual a melhor maneira de respirar?

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

?As pessoas não sabem respirar, pois acham que esse processo deve ser curto e raso?, avisa a terapeuta corporal Margareth Faria. A revelação da profissional desvenda uma das dúvidas mais freqüentes entre as pessoas que se preocupam com a saúde do corpo: a maneira ideal para respirar. ?A respiração deve ser profunda e longa. Dessa forma, é possível renovar toda a energia do corpo?, diz. Faça um teste: encha os pulmões contando, lentamente, até quatro. Depois de ter deixado a sua caixa torácica expandida, parecendo que o corpo não está agüentando receber mais ar, force mais um pouquinho e, em seguida, exale contando quatro segundos. Pode ser que essa experiência - divulgada pela terapeuta - lhe deixe com falta de ar ou tontura. Mas, segundo Margareth, depois de um tempo, o corpo passa a reconhecer como algo benéfico para o bem-estar do físico. ?Tinha medo de respirar. Imaginava que não havia espaço para tanto ar. Depois de ter me forçado, me sinto bem mais disposto e consigo contar até oito?, lembra o advogado Marcos Bonina, de 39 anos. Porém, existem outros métodos que melhoram a circulação sanguínea. A respiração do cantores, por exemplo, é o inverso do método tradicional. ?Um cantor que não sabe respirar e não controla a saída de ar, com certeza, não será capaz de sustentar uma nota por muito tempo?, explica a cantora Carla Machado, de 28 anos. Segundo ela, é simples descobrir se o seu tipo de respiração é o mesmo que o dos cantores. Basta colocar uma mão na barriga e a outra no peito, inspirar e expirar. Observe qual das mãos vem para frente primeiro. ?Se for a da barriga, você respira como um cantor?, diz. Esse método ajuda a relaxar as tensões, principalmente do pescoço e da coluna. No quadro ao lado, o fisioterapeuta Alexandre Victoni ensina algumas técnicas que devem ser feitas antes de dormir. Além dos exercícios de respiração, Victoni revela outros métodos para você não sofrer de insônia. ?O que as pessoas desconhecem é que pequenos exercícios antes de dormir colaboram para um sono tranqüilo e benéfico´, conclui Victoni.