Acerte na contagem

- O Estado de S.Paulo

O pedômetro é um bom parceiro para quem quer sair do sedentarismo. Preso à cintura, roupa ou cinto, esse aparelhinho capta a oscilação do quadril durante a caminhada. Deve ser colocado logo que a pessoa se levanta da cama, e retirado antes de dormir. Precisa ser zerado a cada vez e, ao final do dia, a pessoa deve anotar os passos para seu controle. Como é sensível às oscilações do ônibus, carro, metrô ou trem, o ideal é que se registre o número de passos antes e depois do uso do transporte, descontando-se a diferença.

Para o preparador físico Renato Dutra, é importante que se faça testes ergométrico e de sangue antes de se iniciar um programa de caminhada. "As andadas devem evoluir aos poucos. Não se deve tentar fazer os 10 mil passos mínimos diários de primeira."