A volta das princesinhas

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Vestidão bordado com muito tule, desfile no tapete vermelho, valsa dos 15 casais, jantar de gala... Coisa do passado? ?É o meu maior sonho?, diz a estudante Bianca Linz, de 14 anos. Depois de vários anos em baixa, a festa de debutante volta ao universo adolescente com força total, movimentando bufês e maisons de toda a Cidade. ?O interesse cresceu muito?, confirma Sérgio Dalle Molle, diretor do Buffet Actuel (5044-5125), em Moema. ?Hoje, realizamos até 15 eventos do tipo por mês.? Na esteira desse renascimento, a estilista Maria Zeli (5533-5578) - especialista em trajes de festa - realizou, na terça-feira, o primeiro desfile de moda voltado às debutantes da Capital. O Debut Fashion reuniu no Buffet Actuel cerca de 200 convidados, a maioria meninas de 13 e 14 anos. ?Achei tudo lindo. Agora, tenho certeza de que preciso fazer a minha festa?, aplaudia Bianca. Já a amiga Marília Giovannette, também de 14, estava em dúvida. ?Gostei do desfile, mas não sei se farei um baile. Ainda não me convenci.? Na passarela, em vez de modelos, desfilaram 34 garotas que, como Bianca, sonham em completar seus 15 anos cercadas de cetim, organza e muito, mas muito bordado. Todas foram selecionadas entre centenas que se inscreveram no site da Maison Maria Zeli para integrar o casting do evento. ?Tivemos trabalho para escolher. Havia muitas meninas?, conta a estilista. O desfile mostrou que roupa de debutante é, foi e sempre será uma extravagante mistura de traje de formatura com vestido de noiva. Dos tons e cortes mais clássicos aos ?revolucionários? - incluindo um tomara-que-caia de cetim preto acompanhado de uma imensa saia balonê pink ?recheada? de tule negro -, imperou na passarela o exagero típico do ?debut?. Além dos bordados brilhosos, organzas e tules, abundaram o cetim, apliques e drapeados diversos, coroas, tiaras, braceletes, flores e laços. A (vasta) cartela de cores saiu do branco e percorreu um longo caminho até o preto, passando pelo amarelo, rosa, verde e azul. ?São vestidos de princesas. É assim que a maioria das meninas quer comemorar seus 15 anos?, explica Maria. ?Elas pedem os tons fortes com mais freqüência. Mas também há quem prefira os modelos em branco ou prata, mais secos. Por isso, a minha coleção é bem eclética.? Como toda festa de debutante, o desfile ainda teve o seu momento celebridade. Encarnando o galã que dança a valsa com a aniversariante, o cantor Lucas Poleto, vice-campeão do reality show Ídolos, exibido pelo SBT, fechou a noite, levando o público teen ao delírio. No smoking do bonitão, uma gravata com nó drapeado. Uma festa bem cara Preços variam de R$ 25 mil a R$ 50 mil, fora os vestidos Os motivos que levaram uma tradição adormecida por vários anos a acordar repentinamente são desconhecidos. Mas um deles pode ser logo descartado: o preço. Uma festa de debutante continua sendo cara. Bem cara. Segundo Sérgio Dalle Molle, diretor do Buffet Actuel, um ?debut? de primeira linha para 200 pessoas pode custar até R$ 50 mil. ?Mas há opções mais baratas, que podem chegar a R$ 25 mil. Tudo depende do número de convidados, do cardápio, da decoração...? No preço, estão incluídos o jantar, a música (pode ser um DJ ou uma banda), foto e vídeo (com álbum e DVD), bufê, segurança e decoração. No entanto, a debutante ainda deve providenciar, à parte, os vestidos - são três durante a festa, um para o coquetel, um para a valsa e outro para a balada - e o galã que a acompanhará na dança. Na Maison Maria Zeli, o aluguel do traje custa a partir de R$ 1 mil. Para contratar as celebridades, os bufês geralmente fazem a ponte, mas o negócio é fechado com os pais da aniversariante.