A via-crúcis das noivas

Agencia Estado - O Estado de S.Paulo

Se um homem que a ama de verdade resolveu anunciar recentemente que quer passar o resto da vida ao seu lado lhe entregando uma aliança, parabéns! Ele acaba de admitir que quer acordar ao seu lado todos os dias, suportar sua TPM todos os meses e dizer de boca cheia para todos os amigos que não poderá ir ao jogo de futebol naquele domingo porque ?sua mulher? tem um compromisso e ele precisa acompanhá-la. Mas, além de comemorar as boas novas e espalhar a notícia aos quatro cantos, é hora de começar a sonhar com o dia do seu casamento. Calma, não é preciso se descabelar desde já com os preparativos, mesmo que você seja uma noiva muito ansiosa. Vamos lhe dar uma ajudinha, afinal, coincidentemente, eu fiquei noiva há seis meses e já estou craque na organização do grande dia. Confira, então, nesta edição especial, uma agenda detalhada com tudo o que é preciso fazer, mês a mês, para que a maratona dos preparativos seja mais tranqüila, prazerosa e econômica. 1 ano antes Igreja A primeira coisa a se fazer quando o casal decide se casar é escolher o local. Algumas igrejas ou templos são bem concorridos e, se você sonha em se casar na matriz da sua cidade, corra para a sacristia o mais rápido que puder para garantir uma data. E, mesmo que a igreja escolhida não seja muito concorrida, é bom garantir aquela data especial, que coincide com seu aniversário, com o aniversário de namoro de vocês ou até mesmo aquele dia em que os números lhe agradam para serem impressos na sua aliança e nos convites. ?No dia seguinte em que ficamos noivos, fomos para a igreja às 5 horas da manhã para conseguir a data e o horário que eu queria?, conta a noiva Thais Regina Lupinacci. Ao conversar com a secretaria da igreja ou com o padre que vai realizar a cerimônia, já aproveite para verificar quais as regras do local. Em alguns templos, é preciso contratar decoradores e músicos já credenciados; em outros, não é permitido jogar arroz nos noivos e alguns padres fazem questão de selecionar as músicas que serão tocadas durante a cerimônia. Veja se tudo está de acordo com o que você quer. Vale lembrar também que algumas igrejas, templos ou sinagogas celebram mais de um casamento por dia. Portanto, é bom conhecer e consultar os outros noivos da data. Ainda se aconselha assinar um documento discriminando o que for combinado. Salão e bufê Com a igreja reservada - e, portanto, a data do casamento definida -, o próximo passo é garantir o salão e o bufê para a recepção. ?Eu sempre quis fazer a festa num salão perto da igreja, mas não tinha mais data e acabamos ficando com um outro igualmente bonito e até mais barato?, conta a noiva Ana Paula Thomaz. Antes de contratar os serviços de bufê, sugere-se buscar referências, vistoriar os salões, pedir provas do cardápio e, se possível, participar de algum evento. ?É importante analisar qual o perfil dos seus convidados. Se há mais crianças, uma massa é sempre bem-vinda?, sugere o proprietário da 8ª Arte Gastronomia e Eventos, Adolfo Gorenstein. Outro fator a se considerar, segundo Gorenstein, é servir a comida no momento ideal. ?Se os convidados forem idosos, não dá para servir o jantar só depois que as pessoas começam a dançar. Eles só vieram para comer e cumprimentar os noivos.? O cardápio pode ser desde um simples bolo com champagne até um jantar à luz de velas. Basta avaliar o quanto se pretende gastar com o bufê, pois, com um toque seu, tudo ficará perfeito, independentemente do menu escolhido. ?Para jantares, o mais bonito e usado hoje é o serviço franco-americano, em que os convidados se servem como num self-service?, explica a chef de cozinha Daniella Padalino. ?Mas cuidado ao decorar as comidas com plantas e flores. Nunca use lírios, por causa do forte perfume?, alerta a chef. Para jantares, é importante conferir se o salão possui um gerador e, se for preciso, alugue um de reserva. ?Já imaginou acabar a energia e tudo o que você pagou pela festa acabar em segundos??, alerta Gorenstein. Vestido Há noivas que sonham com o modelito a ser desfilado no altar desde pequenas e selecionam uma boa estilista ou costureira para concretizar seu sonho. Outras preferem alugar modelos já prontos e experimentar quantos forem necessários até encontrar um perfeito. Ao andar pela famosa Rua São Caetano, já batizada de Rua das Noivas, com uma aliança de noivado no dedo, você vai se sentir assediada. E não tenha medo de entrar e experimentar tudo o que lhe interessar. ?A noiva só sabe que achou seu modelo quando os olhos brilham?, conta Rosi Ileska, estilista da Fashion Noivas, uma das lojas da Rua São Caetano. E se prepare porque uma mania que já é comum nas lojas de lá é o desfile da noiva. ?Depois que vemos que noiva achou o modelo dela, a produzimos com véu e buquê e ela pode desfilar pelo tapete vermelho, em direção ao espelho, ao som da marcha nupcial?, conta Rosi. ?Faz toda a diferença.? A noiva Ana Paula chegou a se emocionar depois de desfilar na loja. ?Dá para imaginar como as pessoas vão me ver entrando na igreja.? Quem também se emociona ao ouvir a marcha nupcial são as mães e irmãs que, geralmente, acompanham a noiva na maratona pelas lojas de vestidos. ?Teve uma noiva que experimentou 20 modelos e a mãe é quem ficou exausta?, conta a vendedora Ivandete Marra Pires, de 53 anos, que trabalha em lojas da São Caetano há 12. Para facilitar a escolha dos vestidos, a Fashion Noivas possui modelos tela branca. ?É uma base do vestido toda moldada ao corpo da noiva para que, depois de escolhido o corte ideal para o corpo dela, juntas decoremos todo o resto do vestido com rendas, apliques com brilho ou pedras?, explica Rosi. E, além do vestido, é preciso escolher entre as várias opções de véus, tiaras, coroas, luvas e sapatos, para alugar ou comprar. ?Depois de escolher o vestido, fica fácil combinar os acessórios. A dica é se sentir bem?, aconselha Roseli Midori, estilista da loja Belle Sposa. Para não ter dor de cabeça, consulte pessoas conhecidas que já alugaram ou mandaram fazer o vestido em determinada loja e faça uma minuciosa pesquisa entre os estabelecimentos. Acordos verbais devem ser descartados e é fundamental exigir um contrato detalhando tamanho, cor, tecido, modelo, apliques, data de entrega e devolução, como serão solucionadas situações em que ocorra algum dano ao traje, valor e condições de pagamento. Sapatos Os sapatos também são um capítulo à parte. Algumas noivas preferem forrar com o tecido do vestido um sapato que já se acomode bem nos pés e, para isso, pagam cerca de R$ 150. Mas também é possível encontrar, a preços acessíveis, modelos confortáveis e bonitos. ?Escolhi um sapato mais alto para usar na igreja, que é magnífico, mas um pouco desconfortável, e um outro mais confortável para ficar na festa?, conta Thais. Já atenta aos pedidos das noivas, a loja Durval Calçados Finos está lançando um modelo especial. ?As noivas sempre querem algo bonito e confortável, então, desenvolvemos um sapato branco com plataforma. Deixa a noiva alta, elegante e bonita?, conta Rafaela Soares, proprietária da loja. 6 meses antes Lista de convidados A essa altura do campeonato, você já tem uma idéia de quantos convidados poderá ter para o seu casamento. Mas, quando se sentar ao lado de sua mãe ou de sua sogra para colocar no papel o nome de todos os amigos na lista final, certamente vai parecer que os convidados se multiplicaram. É uma situação difícil ter de excluir conhecidos ou colegas de trabalho, mas também não dá para convidar todo mundo que já estudou com você mais toda a vizinhança de seus pais e ainda os familiares. Se o orçamento estiver apertado e você tiver dificuldades para diminuir a lista, vale a pena fazer uma festa mais simples, como um bolo com champagne e chamar todos os conhecidos. Ou então selecionar aqueles que ligam para você no dia do seu aniversário, aqueles que estão inclusive participando da organização do casamento e, claro, os familiares e amigos de verdade. Só não vale brigar com o noivo ou com a sogra nesse momento tão especial, tá? E lembre-se: os padrinhos devem ser convidados cerca de seis meses antes do casório. Já os convidados de outras cidades precisam receber o convite dois meses antes e o restante da lista deve ser avisado com pelo menos um mês de antecedência. Banda ou DJ? Tanto na cerimônia religiosa quanto na festa, é preciso selecionar seu repertório musical. Para a cerimônia, você pode optar por um DJ que se encarrega de selecionar as músicas ideais para cada parte da cerimônia ou, então, contratar um coral que torne esses momentos ainda mais emocionantes. ?As músicas são combinadas com os noivos, mas já oferecemos uma seleção mais usual?, explica a cantora Juliane Emy, que se apresenta no Coral Musical. Juliane também canta em festas de casamento, mas ela diz que, hoje, as bandas estão em baixa nas recepções. ?São mais caras e, por isso, os casais preferem contratar um DJ. Mas, para mim, a banda anima muito mais a festa?, opina a cantora. Para a cerimônia, o Coral Musical oferece pacotes com direito a cantora, teclado, cordas e sopro por R$ 900. Já para a festa, a banda tem serviços com três músicos a partir de R$ 1.100. Para o DJ Rafael Guimarães Ribeiro, da Som Festas e Eventos, os DJs estão fazendo mais sucesso nos casamentos por oferecerem um repertório variado. ?É muito difícil e caro encontrar uma banda que toque todos os estilos.? O pacote do DJ, com sonorização, telão e iluminação da pista, sai por R$ 750. Antes de selecionar quem vai animar seu evento, procure referências de outros casais que já contrataram os músicos ou dê uma passada em casamentos com data anterior à sua para conferir se o serviço lhe agrada. Foto e filmagem Atualmente, os profissionais de foto também oferecem a filmagem do casamento. Mas, antes de contratar esses serviços, procure saber quem são os profissionais que irão realizar o trabalho. Muitas empresas acabam mandando ?equipes? e não o fotógrafo que lhe atendeu no dia do contrato e o resultado pode ficar diferente do mostruário. Verifique também o tipo de equipamento que será utilizado. Segundo Laercio Checa, da RL Eventos, é muito importante solicitar referências e ver o trabalho concluído de, pelo menos, cinco casais nos últimos três meses. ?Hoje, o mínimo aceitável para uma boa qualidade são equipamentos fotográficos digitais com no mínimo 8 megapixels reais e equipamento de vídeo digital com 3 CCDs (sistema de captura da imagem)?, alerta Picceli. Na RL Eventos, o pacote que inclui a filmagem em DVD e álbum encadernado com 40 fotos sai a partir de R$ 1.800. Para não ter problemas futuros com as mais valiosas recordações do dia mais importante da sua vida, verifique e defina com clareza e por escrito se o álbum está incluso no preço e a descrição de material do mesmo; se existe um número mínimo de fotos, caso as outras não agradem; se existe número máximo de fotos no pacote e quanto custa cada foto individual a mais; qual o tempo de filmagem; critérios para cancelamento do contrato; valor e formas de pagamento e data de entrega do material. 4 meses antes Lembrancinhas Uma idéia criativa que surpreenderá seus convidados é a revista oferecida pela Instant Press. A empresa monta uma minigráfica na sua festa com dois ou três microcomputadores conectados em rede mais uma impressora a laser colorida, fotografa os momentos mais marcantes do evento, monta a revista e a entrega aos convidados na saída. ?Tudo é feito na hora, textos, fotos, diagramação e impressão?, conta o proprietário, Ricardo Freitas. O serviço é atraente - e caro. Custa R$ 1.890. Casais que não querem investir tanto nas lembrancinhas podem optar por pacotes mais baratos, que enviam a revista por e-mail ou correio aos convidados, no primeiro dia útil após a festa. Bem-casados Esse delicioso bolinho recheado com doce de leite caseiro continua sendo o número um na lista de preferência das noivas. E o charme está na embalagem, que hoje pode ser de vidro, papel crepom, caixas de papelão e com as mais diversas fitas. Na Bellas Doces, a unidade do bem-casado embrulhado em papel crepom colorido e amarrado com fitas sai por R$ 1,50. Já as embalagens mais elaboradas (em caixas de vidro, por exemplo) custam a partir de R$ 6 cada. O bolo da noiva Quem é que nunca deixou de lado o bolo de casamento porque estava um pouco seco ou cheio de glacê? Mas, hoje em dia, os bolos ruins estão com os dias contados. A profissional Dijanira Amaral, da Arte em Bolos, explica que o mais comum é que o bufê sirva um bolo comum, com o recheio que a noiva preferir, e um bolo cinematográfico seja encomendado apenas para as fotos. ?No topo do bolo, colocamos um pedaço de bolo verdadeiro e, nos outros andares, cobrimos com pasta americana comestível algumas peças de isopor?, diz Djanira. As fotos ficam impecáveis e os convidados se deliciam com um bolo saboroso, porém, não tão bonito. Os bolos cinematográficos custam a partir de R$ 160. Além do bolo, hoje em dia, a atração dos casamentos é o topo (bonecos que imitam os noivos). Cada vez mais criativos, os modelos personalizados ilustram situações engraçadas e hobbies do casal. Na Bellas Doces, o topo personalizado feito em biscuit custa a partir de R$ 160. Para encomendá-lo, basta levar uma foto do vestido da noiva e uma do noivo (se ele não puder ir pessoalmente). Convites Ao visitar gráficas e lojas especializadas, você vai perceber que hoje não há mais regras para convite de casamento. Você encontra desde os brancos lisos tradicionais até modelos coloridos, envernizados e até com fotos ou ilustrações. A escolha vai depender apenas do estilo do casal. Fique atenta apenas aos prazos estabelecidos para a entrega e aos pacotes que muitas gráficas oferecem (incluindo envelope, selo, serviço de caligrafia, plástico de proteção e lacres). Pesquise e peça os modelos cerca de três meses antes do casamento, pois, se houver problemas, haverá tempo para reparos. ?Os modelos que mais saem hoje são os coloridos e envernizados?, conta Cristiano Soares, consultor da Suprême Convites. Já os preços variam bastante. ?Temos modelos de cartões já com envelopes que saem a partir de R$ 150 o cento, mais R$ 0,80 de caligrafia por envelope.? Segundo Soares, é comum pedir sempre 10% a mais de convites para convidados de última hora. Não se esqueça de que o convite é uma prévia de como será sua festa, por isso, se você não tiver a sorte de ter uma letra bem bonita, busque também calígrafos não conveniados com gráficas, pois o preço varia bastante e certamente você encontrará um que se encaixe no seu bolso. Carruagem Como princesas em carruagens, algumas noivas sonham em chegar à porta da igreja dentro de uma limusine, um carro antigo ou modelo importado. Rafael Estevez, proprietário da Estevez Veículos, aconselha que a noiva verifique, antes de alugar, se o carro está em boas condições. ?Já imaginou o carro quebrar no caminho?? E há veículos para todos os gostos e bolsos. Na Estevez, você aluga um Vectra 2006 por R$ 450 (com manobrista e celular para emergências). Também há limusines por R$ 800 e Rolls Royce por R$ 1.200. 3 meses antes Casamento no civil A documentação para o casamento no civil deve ser levantada até, no máximo, 30 dias antes do casamento. O mais indicado é que 90 dias antes você já procure o cartório de registros com seu noivo e duas testemunhas, para marcar o casamento. Já separe a certidão de nascimento, o RG de cada um e pague uma taxa. Aí, no dia e horário marcados, convide dois casais testemunhas (um casal de padrinhos para cada noivo) e assine os papéis. Uma dica importante: o custo para se casar no cartório é de R$ 235 e, pelo Novo Código Civil (artigo 1512), o casamento civil é gratuito para a população de baixa renda. Decoração Lembre-se de que a igreja e o salão serão as molduras da sua foto, por isso, é importante escolher as flores e os arranjos com cuidado. Em algumas igrejas, são realizados mais de um casamento por dia e, nesse caso, você terá de definir com as outras noivas qual tipo de flor será usado na decoração. Já no salão, você poderá decorar com um toque seu cada cantinho. As mesas, redondas ou quadradas, merecem um enfeite, por menor que seja. Se quiser economizar na floricultura, pesquise se na família existe alguém que gosta e tem prática em arranjos florais. Se você der sorte, poderá usar os dons de sua parente e comprar flores por unidade, a preços mais acessíveis. Caso opte pela floricultura, prefira as flores da estação - são sempre mais em conta. ?Gérbera, boca de leão, rosa nacional e folhagens em geral são as mais usadas nos arranjos?, orienta a decoradora da Giuliana Flores, Cristina Araújo Cardoso. ?Já flores mais rebuscadas, como copo de leite, tulipa ou lírio, encarecem.? A decoração de uma festa para 300 pessoas na Giuliana Flores custa a partir de R$ 2 mil. Chás Além do tradicional chá-de-cozinha, em que a noiva reúne amigas e ganha vários utensílios para a casa, hoje, muitas noivas organizam o chá de lingerie. Ao invés de saleiros e colheres, a noiva recebe aparatos úteis para a lua-de-mel. Na Revelateurs, um sex shop chique, as noivas podem fazer listas de presentes.