Vítima de suposto assédio de Bill Cosby depõe no tribunal 

Redação - O Estado de S.Paulo

Advogada de defesa do ator alega que os dois tinham um relacionamento amoroso consensual 

Bill Cosby

Bill Cosby Foto: Victoria Will/ AP

Andrea Constand, suposta vítima de assédio por Bill Cosby, depôs nesta quarta-feira, 7. Ela alega que o ator tenha a drogado e molestado na casa dele, na Filadélfia, em 2004. 

Segundo o site Variety, a advogada de Cosby, Angela Agrusa, focou suas declarações no fato de Andrea ter procurado a polícia um ano depois do suposto assédio e falou sobre o número de ligações feitas por ela ao ator. Supostamente, para a defesa de Cosby, os dois mantinham um relacionamento amoroso. 

Angela questionou Andrea se ela sabia que Cosby era casado, e a resposta foi positiva. A advogada ainda mencionou o fato de a testemunha ter ido novamente a casa do ator e ter levado um presente para ele. Andrea confirmou, mas disse que o presente era de uma amiga dela. 

A advogada apontou uma confusão de datas da parte de Andrea. Na época, ela disse que o caso teria ocorrido em março; nesta quarta-feira, falou que foi assediada em janeiro de 2004. "Eu me confundi", disse Andrea.