Show de Gusttavo Lima em Mato Grosso é interrompido após tiroteio

Redação - O Estado de S.Paulo

Soldado envolvido na briga estaria preso, informa o portal de notícias G1

O cantor Gusttavo Lima

O cantor Gusttavo Lima Foto: Globo/Ramón Vasconcelos/Divulgação

Atualizada em 06/11 às 12h00

O show de Gusttavo Lima na madrugada desta sábado, 4, na cidade de Rondonópolis, em Mato Grosso, foi interrompido após um tiroteio. O portal de notícias G1, que teve acesso ao boletim de ocorrência, informa que um soldado se envolveu em uma briga durante a apresentação e fez diversos disparos para o alto. Ao resistir à abordagem de outro policial, ele teria sido baleado na perna. Ainda de acordo com o G1, ambos estavam de folga assistindo ao show.

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o cantor saindo do palco assutado. De acordo com a assessoria de imprensa de Gusttavo Lima, ele foi alertado sobre os disparos. "Por segurança [ele] deixou o palco, pedindo para que sua equipe fizesse o mesmo. A caminho do hotel, Gusttavo foi informado que não houve vítimas fatais no incidente", informou a assessoria.

“Saímos de casa para levar alegria às pessoas, fico indignado com este tipo de atitude. Me senti confortado por saber que ninguém perdeu a vida” disse o cantor.

O show era parte do Festival Rebouças e ocorreu na arena do Parque de Exposições Wilmar Peres de Farias, na zona rural de Rondonópolis. Anitta deve se apresentar na noite deste sábado, 4, no mesmo local.

Procurada pelo E+, a assessoria de iprensa da Polícia Militar de Mato Grosso não foi localizada até a publicação desta nota. 

Um vídeo publicado na internet mostra o momento em que Gusttavo Lima é supostamente avisado sobre o tiroteio e deixa o palco: