Sabrina Sato comenta briga entre musas do carnaval

Redação - O Estado de S.Paulo

Madrinha de bateria da Gaviões da Fiel falou sobre briga entre Tati Minerato e Renatta Teruel

Sabrina Sato, madrinha de bateria da Gaviões da Fiel

Sabrina Sato, madrinha de bateria da Gaviões da Fiel Foto: Werther Santana/Estadão

Sabrina Sato, madrinha de bateria da Gaviões da Fiel, falou sobre a sobre a briga entre Tati Minerato, rainha de bateria,  e a imperatriz da escola, Renatta Teruel, que aconteceu no dia 25 de janeiro. As duas tiveram que ser separadas durante o ensaio técnico da escola no Sambódromo do Anhembi.

Em seu canal no YouTube, Sabrina criou uma série chamada Carnaval da Sabrina, onde expõe sua rotina de treinos, ensaios e preparação para o carnaval. No episódio 3, publicado na última quarta, a madrinha da Gaviões afirma não ter visto o momento da briga, mas afirma ter ficado sentida pelo ocorrido, sem defender nenhuma das partes.

"Eu me coloquei no lugar das duas. Ano passado eu senti muito bem o que foi isso porque a gente quase não entrou", lembrou a apresentadora sobre o seu atraso no desfile do ano passado.

Segundo comunicado emitido pela diretoria da escola de samba, Tati Minerato e Renatta Teruel foram afastadas do carnaval 2018, pois "a postura demonstrada não condiz com os princípios da escola, que se dedica a levar à avenida um carnaval perfeito tecnicamente e cheio de alegria". Sabrina irá desfilar sozinha à frente da bateria da Gaviões da Fiel.

Em clima de carnaval, veja os artistas que vão se apresentar nos blocos de São Paulo: