Robert Pattinson brigou com produção de 'Crepúsculo' para manter sua ideia de Edward Cullen

Redação - O Estado de S.Paulo

Enquanto produtores queriam um Edward mais 'feliz e divertido', o ator insistiu que o personagem deveria ser 'sério', como nos livros

Robert Pattinson quis manter a 'frivolidade' de Edward Cullen dos livros no filme.  

Robert Pattinson quis manter a 'frivolidade' de Edward Cullen dos livros no filme.   Foto: REUTERS/Eric Gaillard

Nove anos após a estreia de Crespúsculo, Robert Pattinson explicou por que seu personagem no filme, Edward Cullen, não é tão expressivo.

Em entrevista ao programa de rádio de Howard Stern , ele disse que via seu personagem como alguém "incrivelmente sério o tempo todo", mas a produção gostaria que o personagem fosse "feliz e divertido".

"Eu lembro dos produtores me dando a cópia do livro, e cada trecho em que meu personagem sorria, eles destacavam isso. Já eu tinha um marcador de texto de cor diferente e destacava cada vez que Edward franzia a testa", relembrou.

Então começou uma divergência entre Pattinson e a produção, e o empresário dele teve de intervir, pedindo para que o ator seguisse as instruções dos responsáveis pelo filme. "Os produtores ficaram, tipo, 'você tem que fazer o oposto do que está fazendo, ou você será demitido'", conta.

Depois de muitos desentendimentos, o ator e a produção conseguiram chegar no meio-termo e o personagem acabou ficando um pouco frívolo - mas muito parecido com o personagem descrito nos livros que inspiraram o filme.