Príncipe Harry tem pressa em se casar por causa de seu avô

Redação - O Estado de S. Paulo

Local do matrimônio entre Harry e Meghan Markle também tem a ver com o laço com príncipe Philip

O príncipe Harry, ao fundo, e o príncipe Philip

O príncipe Harry, ao fundo, e o príncipe Philip Foto: David Crump / Reuters

O site Entertainment Tonight reportou nesta terça-feira, 28, a razão pela qual o príncipe Harry e a atriz Meghan Markle resolveram agendar seu casamento para daqui a seis meses, período considerado curto para os padrões reais: o príncipe Philip, avô de Harry. Ele, que é duque de Edimburgo, anunciou em agosto que estava se retirando da vida pública, tendo comparecido a atos públicos até o mês de setembro.

Segundo o que Kate Nicholl, especialista em assuntos da realeza, disse ao site Entertainment Tonight, Harry e Meghan escolheram o local do casamento, a capela de Saint George, do Castelo de Windsor, preterindo a Abadia de Westminster, onde o príncipe William e Kate Middleton se casaram, por Windsor ser justamente a residência oficial de Philip e da rainha Elizabeth.

Para Nicholl, o fato de Harry ser tão próximo de Philip certamente influenciou na decisão.“De fato, uma das razões por que o príncipe Harry quis que seu casamento acontecesse rápido - isto é um furacão para os padrões reais - é porque o avô dele de 96 anos, o duque de Edimburgo, agora está aposentado [das funções reais] e o príncipe Harry quer muito que ele esteja em seu casamento”, afirmou Nicholl. 

A especialista também acredita que uma festa íntima - com capacidade para 800 convidados, pequeno para padrões reais - foi algo pelo que o casal optou. “Acho que Harry e Meghan decidiram juntos ter um casamento pequeno, familiar e íntimo”, disse ela. Segundo Nicholl, a Abadia de Westminster tinha capacidade para receber 2000 pessoas.