Príncipe Harry e Meghan sugerem doação para caridade em vez de presente de casamento

redação - O Estado de S.Paulo

Casal escolheu sete organizações que podem ser ajudadas pelos convidados

Príncipe Harry e Meghan Markle escolheram instituições cujas causas eles apoiam.

Príncipe Harry e Meghan Markle escolheram instituições cujas causas eles apoiam. Foto: Ben Birchall/Reuters

Após decidirem convidar pessoas comuns para a cerimônia de casamento, Meghan Markle e o príncipe Harry sugerem que os convidados, em vez de lhes enviar um presente, façam uma doação para alguma instituição de caridade.

O casal escolheu, pessoalmente, sete instituições cujas causas eles apoiam, como esporte para mudança social, empoderamento feminino, meio ambiente, HIV e Forças Armadas. O anúncio foi feito pela conta oficial no Twitter do Palácio Real.

"O príncipe Harry e a senhorita Meghan Markle estão incrivelmente gratos pela boa vontade mostrada a eles desde o anúncio de seu noivado e estão ansiosos para que o maior número possível de pessoas se beneficie dessa generosidade de espírito. O casal pediu, portanto, que qualquer um que desejasse marcar a ocasião considerasse fazer uma doação para a caridade em vez de enviar um presente de casamento", disse o comunicado.

O anúncio esclarece ainda que Harry e Meghan não têm nenhum relacionamento formal com as instituições de caridade escolhidas. "Muitas delas são pequenas instituições de caridade, e o casal tem o prazer de poder ampliar e iluminar seu trabalho", acrescentou a nota.

Até o casamento, que será realizado no dia 19 de maio, os convidados podem conhecer as instituições neste link e escolher para qual fazer uma doação.