Por que Diana parecia ser bem mais baixa do que Charles, se eles tinham quase a mesma altura?

- O Estado de S.Paulo

Lady Di era apenas três centímetros mais baixa do que o marido, mas as fotos mostram outra 'realidade'

Príncipe Charles e princesa Diana em retrato para o casamento, em 1981. 

Príncipe Charles e princesa Diana em retrato para o casamento, em 1981.  Foto: REUTERS/Handout/Files

À primeira vista, tudo parece estar correto na foto acima. O príncipe Charles e a princesa Diana posam, juntos, para os selos do correio britânico. No entanto, tem algo no mínimo estranho na imagem: Charles media 1,80 metros, enquanto Diana tinha 1,77 metros de altura.

Como escreveu o sociólogo Philip N. Cohen no tuíte, "eles tinham a mesma altura". Ou, se formos mais específicos, a diferença era de apenas três centímetros.

Cohen percebeu o fato 'curioso' em 2010. Na época, ele escreveu um post sobre o assunto em seu blog e levantou a discussão de que casais com o homem mais alto do que a mulher são mais comuns e, portanto, vistos com mais naturalidade na sociedade. Cohen opinou que isso reforçava nos relacionamentos a normatividade do 'homem mais alto e forte' com a 'mulher mais baixa e fraca'. Na época, o post recebeu uma curtida. 

Passamos para 2017, com as redes sociais muito mais desenvolvidas e, consequentemente, maior potencial de viralização para publicações como a que Cohen fez em 2010. Foi o que aconteceu com o tuíte do início desta matéria.

Cohen foi pesquisar melhor o tema e descobriu que o selo já havia sido questionado na época em que foi impresso, e que até o New York Times dedicou uma coluna para esclarecer o assunto. A explicação foi que o design do selo, com a silhueta no canto superior, exigia que a pessoa do lado direito da foto ficasse mais abaixo. 

Enquanto muita gente ficou chocada com a descoberta ou disse que pensava a mesma coisa, outros pontuaram que apenas uma imagem não provava nada. Então o professor fez o seguinte post:

As imagens estarão sempre abertas a interpretação, mas o sociólogo se posiciona em um livro de sua autoria: "O marido mais alto invoca a imagem do homem protetor, dominante ('Deixa que eu alcanço para você'), com uma esposa que nutre e apoia ('Posso te fazer um sanduíche?')". 

Cohen explica sua linha de pensamento em um post em seu blog. Para quem se interessa pelo assunto, ele também discute como a diferença de altura entre homens e mulheres é tratada em desenhos animados.