Paula Lavigne defende mudança em lei que proíbe maconha no Brasil: 'Para abrir vagas nos presídios'

- O Estado de S.Paulo

'Lugar de maconheiro não é na prisão', disse ela em vídeo gravado no Uruguai

Paula Lavigne em audiência pública no STF

Paula Lavigne em audiência pública no STF Foto: Ed Ferreira / Estadão

A mulher de Caetano Veloso, Paula Lavigne, chamou atenção ao publicar um vídeo em que defende abertamente o uso de maconha, da mesma forma como ocorre no Uruguai, país que está visitando.

"Estamos aqui na rua em Montevidéu com um baseado na mão, super legalizado, sem problema nenhum, coisa que a gente tem que fazer no Brasil", comentou, ao lado de seu amigo, Tino Moretti.

Em seguida, Paula continuou: "A gente tem que descriminalizar a maconha no Brasil para abrir vagas nos presídios para os políticos. Se não a gente não vai ter vaga. Lugar de maconheiro não é na prisão...". "É na rua", completou o amigo".

Confira o vídeo abaixo: