Oprah Winfrey reage a tuíte de Donald Trump a criticando

Redação - O Estado de S.Paulo

Presidente dos EUA disse que programa '60 Minutos' realizado por ela foi tendencioso e incorreto; apresentadora disse que trabalhou justamente para evitar isso

Oprah Winfrey na cerimônia do Globo de Ouro, na Califórnia, em janeiro de 2018.

Oprah Winfrey na cerimônia do Globo de Ouro, na Califórnia, em janeiro de 2018. Foto: Paul Drinkwater/NBC/AP

A apresentadora de televisão Oprah Winfrey respondeu nesta quinta-feira, 22, a um tuíte agressivo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump contra ela. Após assistir ao tradicional programa 60 minutos, feito pela primeira vez por Oprah, o político escreveu que as perguntas foram tendenciosas e os fatos apresentados no programa, incorretos. 

Em mensagem no Twitter, ele criticou a maneira "insegura" com que ela entrevistou os convidados do programa. "Acabei de ver uma Oprah Winfrey, que a certa altura conheci muito bem, muito insegura ao entrevistar um grupo de pessoas no 60 Minutes. As perguntas foram tendenciosas e enviesadas, os fatos incorretos. Espero que Oprah concorra para ser exposta e derrotada como todos os outros!”, tuitou Trump.

A apresentadora rebateu as críticas durante o programa Ellen DeGeneres Show nesta quinta-feira, 22. "O que eu fiz foi olhar de novo a gravação e ver se havia algo errado", explicou Oprah ao programa da apresentadora Ellen DeGeneres. Ela contou que, antes de ir ao ar, o programa é avaliado por pelo menos sete outras pessoas, para evitar erros. Segundo ela, houve momentos nas gravações em que faltou equilíbrio, o que foi corrigido após as discussões.

"Então, eu estava trabalhando muito para fazer o oposto do que foi escrito no tuíte de ódio (de Trump)." O episódio de 60 Minutos do último domingo, 18, focou na polarização política do país durante o governo do empresário.