'Jamais defendi a violência de um assédio', diz Caio Blat

Redação - O Estado de S.Paulo

Ator se defendeu da repercussão após seu posicionamento sobre o caso de José Mayer

.

. Foto: Fábio Motta / Estadão

O ator Caio Blat utilizou sua conta no Instagram para se posicionar sobre a repercussão de alguns comentários que teria feito a respeito do caso de assédio de José Mayer. Entre elas, de que Mayer "não representa ameaça a ninguém" e "Fez uma brincadeira fora de tom".

Na postagem, o ator ressalta ser contra qualquer tipo de assédio ou provocação machista, critica uma suposta distorção de veículos sobre suas falas e que apenas elogiou o fato de um "acusado se desculpar e assumir seu erro".

A imagem escolhida para retratar a postagem é da artista feminista Barbara Kruger, e traz os dizeres "Seu corpo é um campo de batalha", uma referência à luta pela descriminalização do aborto e outros direitos das mulheres.

Confira abaixo o relato completo:

"Gostaria de deixar claro que sou totalmente contra qualquer tipo de assédio e provocação machista, e que apoio e admiro o movimento corajoso das mulheres contra essa covardia. Diferente do que alguns veículos publicaram, distorcendo minha declaração, jamais defendi ou relativizei a violência de um assédio, apenas elogiei a capacidade de um acusado de se desculpar a assmur seu erro publicamente, que é a única atitude cabível.

Espero que esse movimento traga uma nova consciência sobre os resquícios de machismo que ainda existem na nossa sociedade, e que ainda existem na nossa sociedade, e que ninguém mais seja constrangido em seu local de trabalho, ou em qualquer ambiente".