Filha de Trump é hostilizada em avião nos EUA

- O Estado de S.Paulo

'Seu pai está arruinando o país!', reclamava um dos passageiros

.

. Foto: Reprodução / Instagram

As acirradas disputas presidencias norte-americanas continuam deixando resquícios nos Estados Unidos. Desta vez, Ivanka Trump, filha do bilionário e presidente eleito Donald Trump, foi hostilizada durante o embarque em um avião na cidade de Nova York.

De acordo com o site TMZ, ela estava com seus três filhos quando um homem se aproximou e começou a gritar: "Seu pai está arruinando o país!". Em seguida, prosseguiu: "Por que ela está no nosso voo? Ela poderia estar num avião particular".

De acordo com o relato de um passageiro do avião, Ivanka teria apenas ignorado as ofensas e tentado distrair seus filhos com giz de cera.

Funcionários da companhia retiraram o homem da aeronave, enquanto ele bradava: "Vocês estão me expulsando por expressar a minha opinião?!".

Em nota, a JetBlue, companhia aérea em questão:  "A decisão de remover um passageiro de um voo não é tomada facilmente. Se a tripulação determinar que um consumidor está causando conflito no avião, será solicitado para que ele desembarque, especialmente se a tripulação sentir que a situação coloca em risco. Nosso time trabalha para reacomodar a parte envolvida no próximo voo disponível".

Ainda de acordo com o TMZ, o marido do passageiro fez uma postagem no Twitter cerca de uma hora antes do embarque: "Ivanka e Jared no JFK T5 [terminal do aeroporto], voo comercial. Meu marido vai persegui-los para envergonhá-los".