Documento de divórcio de Elvis Presley é leiloado por R$ 85,8 mil

Redação - O Estado de S.Paulo

Os papéis revelam como ficou a partilha de bens entre o cantor e Priscilla Presley

O documento do divórcio entre Elvis Presley e Priscilla Presley foi leiloado por R$ 85,8 mil e trouxe detalhes da partilha de bens do casal

O documento do divórcio entre Elvis Presley e Priscilla Presley foi leiloado por R$ 85,8 mil e trouxe detalhes da partilha de bens do casal Foto: Reuters

O documento original do divórcio entre o cantor norte-americano Elvis Presley e a atriz Priscilla Presley, em 1972, foi a leilão no último sábado, 11, no Reino Unido, e foi vendido por 20 mil libras (cerca de R$ 85,8 mil) a um colecionador não identificado dos Estados Unidos.

Andrew Aldridge, leiloeiro responsável pelo lote, disse em entrevista para a BBC que o documento tem valor elevado pelo jeito como Elvis o assinou. “É extremamente raro Elvis assinar com seu nome completo, Elvis Aaron Presley, e Aaron com os dois A, como em sua lápide”, falou Aldridge.

“Cada uma das 12 páginas contém detalhes fascinantes e oferecem ao leitor um vislumbre dos detalhes do acordo que somente um documento de valor legal pode dar”, continuou. Nos termos do divórcio, ficou acertado que Elvis daria sua famosa Mercedes-Benz 1971, um Cadillac Eldorado 1969, uma moto Harley Davidson 1971, US$ 100 mil (cerca de R$ 1,9 milhão, em valores atualizados) e ainda receberia metade da renda do aluguel de três imóveis que eles adquiriram quando casados.

Elvis e Priscilla se casaram em 1968, após se conhecerem em um show que ele fez em uma base militar na Alemanha, e tiveram uma filha: Lisa Marie Presley. Mesmo após o divórcio, os dois ainda continuaram próximos e, após a morte do cantor em 1977, Priscilla se tornou sua representante legal.