Diretor da JBS diz que filha de Silvio Santos participou de jantar de negociação de propina

Gabriel Perline - O Estado de S.Paulo

Patrícia Abravanel teria acompanhado o marido, o deputado Fábio Faria, em evento realizado na casa de Joesley Batista

.

. Foto: Silvana Garzaro/Estadão

O diretor da JBS Ricardo Saud disse que a apresentadora Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, teria participado de um jantar de negociação de propina para a campanha de seu sogro, Robinson Faria (PSD-RN), que foi eleito governador do Rio Grande do Norte em 2014.

O vídeo da delação premiada foi divulgado nesta sexta-feira, 19, e Saud dá detalhes do encontro. O jantar teria sido realizado na casa de Joesley Batista, sócio da JBS, e Patrícia teria acompanhado seu então noivo, o deputado federal Fábio Faria (PSD-RN).

"Foi um jantar muito elegante até. Foi o Fábio Faria com a noiva dele, a Patrícia Abravanel, filha do Silvio Santos. Foi o Robinson Faria com a esposa dele, nós todos com as esposas, tal, para tratar de propina. Até bacana, né? Todo mundo com as esposas para tratar de propina", disse Saud, em tom irônico.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de Patrícia Abravanel, que diz que não comentará o assunto. Já o SBT diz que não fala da vida pessoal de seu casting.

Patrícia Abravanel e Fábio Faria estão juntos desde 2013, mas oficializaram a união no dia 29 de abril, na mansão de Silvio Santos. Dias antes da união, o dono do SBT foi entrevistado pelo programa Pânico na Band e revelou o conselho que deu ao genro: "Eu disse: 'Tomara que dure... Gastar uma nota que a Patrícia está gastando e depois 'descasar' é muito ruim".

Em abril, Patrícia foi alvo de ataques nas redes sociais pelo fato de seu marido, Fábio Faria, constar na lista de pedidos de inquérito do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.