Cheque assinado por Steve Jobs vai a leilão nos Estados Unidos

Redação - O Estado de S.Paulo

Objetos com a assinatura do criador do iPhone são raros e costumam ser vendidos a preços exorbitantes

Um cheque assinado por Steve Jobs em 1988 irá a leilão nos Estados Unidos nesta semana

Um cheque assinado por Steve Jobs em 1988 irá a leilão nos Estados Unidos nesta semana Foto: Dino Voumas/Reuters

Um raro objeto autografado por Steve Jobs, cofundador da Apple, será leiloado pela casa de leilões online norte-americana Nate D. Sanders nesta semana com um lance inicial de US$ 20 mil (aproximadamente R$ 65 mil). O objeto em questão é um cheque de US$ 2 mil que Jobs emitiu para Tina Redse, sua namorada na época, em março de 1988. 

O criador de aparelhos que marcaram época como o Macintosh e o iPhone não gostava de dar autógrafos, afirmando que isso tirava o foco do esforço colaborativo da Apple para criar os seus produtos. Um vídeo famoso que está no YouTube mostra Jobs, em 2006, a princípio se recusando a dar um autógrafo para um fã que está em uma cadeira de rodas.

Em outubro de 2017, uma revista Newsweek de 1988 também autografada por Jobs foi leiloada por US$ 50.587 (cerca de R$ 165 mil), recorde para um objeto com a assinatura do excêntrico inventor que morreu em 2011 em decorrência de um câncer no pâncreas.

Veja abaixo a foto do cheque que será leiloado.