Charlie Sheen acumula dívida de quase US$ 300 mil e é processado

- Bang Showbiz

Administradora de cartões de crédito entrou com uma ação contra o ator

Foto: Bang Showbiz

O ator Charlie Sheen, que fez sucesso em Two and a Half Men, possui uma dívida de US$ 287,879.28 em seu cartão Platinum American Express e a empresa tomou medidas legais contra ele, segundo informa o site TMZ.

Charlie deveria ter pago sua conta até 12 de março, mas o atraso acumulou taxas e juros, que fizeram a dívida aumentar.

Culpando um ex-gerente de negócios pela situação, ele disse ao site: "Se eu fosse a AMEX, eu estaria me processando também!!".

Esta é o mais recente problema financeiro de Charlie, que arquivou documentos que pedem a redução do valor das pensões que pagam para suas duas ex-mulheres, avaliadas em US$ 55 mil.

Ele afirmou que ganhava US$ 613 mil por mês enquanto trabalhava no seriado Two and a Half Men, de onde saiu em 2011. Embora tenha vendido seus direitos de imagem para o programa por uma quantia estimada em quase US$ 27 milhões, ele alegou que não pode manter os pagamentos mensais em dia para Brooke Mueller, mãe de seus gêmeos Bob e Max, de 7 anos, porque ele agora está ganhando uma média de US$ 87 mil por mês.

Charlie, 50, admitiu no início deste ano que ele fazia questão de ter os montantes que pagava a Brooke e outra de suas ex-esposas, Denise Richards - mãe de suas filhas Sam, 11, e Lola, 10 - reduzidos, uma vez que ele sentiu que a quantia não era mais realista.

"Nós surgimos com um número há muito tempo e eu tinha um grande trabalho e todo mundo estava vivendo bem. E esse não é o caso agora, mas há ainda a expectativa de continuar a pagar esse montante de dinheiro. Em algum momento você simplesmente não pode justificá-lo, especialmente quando não há gratidão por trás dele. Nenhuma. Eu enviaria flores para alguém a cada hora se eu ganhasse essa quantia de dinheiro livre de imposto", disse.