CEO de estúdio não descarta continuação de 'Jogos Vorazes' e 'Crepúsculo'

Redação - O Estado de S.Paulo

'Há muitas histórias a serem contadas e nós estamos prontos quando nossos criadores estiverem prontos', disse Jon Feltheimer, CEO da Lionsgate

CEO da Lionsgate não descarta continuação de 'Jogos Vorazes'. 

CEO da Lionsgate não descarta continuação de 'Jogos Vorazes'.  Foto: Murray Close/Lionsgate

O CEO da Lionsgate, Jon Feltheimer, deu a entender que o estúdio não está pronto para acabar com as franquias Jogos Vorazes e Crepúsculo. Ele disse, porém, que a companhia só vai seguir com esses planos se entrarem em acordo com Stephenie Meyer e Suzanne Collins, autoras dos livros que inspiraram os filmes.

"Há muitas histórias a serem contadas, e nós estamos prontos para contá-las quando nossos criadores estiverem prontos para criarem essas histórias", disse Feltheimer durante reuniões com analistas financeiros na última terça-feira, 9, segundo a Variety.

O chefe da Lionsgate não quis fazer previsões para o futuro de Katniss Everdeen e Edward Cullen. "Se fosse possível reunir todos nós em uma sala e ter expositores, estúdios e distribuidores digitais todos em uma sala juntos, eu já fiz pesquisas suficientes para realmente acreditar que isso é algo que seria muito bom para todos", disse Feltheimer.