Ariana Grande pode ser a primeira cidadã honorária de Manchester

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantora ajudou a arrecadar mais de R$ 40 milhões no show 'I Love Manchester', em homenagem às vítimas do atentado em maio

Ariana Grande ajudou a arrecadar milhões de euros com o show 'I Love Manchester', em homenagem às vítimas do atentado na Arena Manchester no dia 22 de maio.

Ariana Grande ajudou a arrecadar milhões de euros com o show 'I Love Manchester', em homenagem às vítimas do atentado na Arena Manchester no dia 22 de maio. Foto: REUTERS/Brendan McDermid/File Photo

Ariana Grande pode se tornar a primeira cidadã honorária de Manchester por ajudar a arrecadar milhões de libras às vítimas do atentado na Arena Manchester no dia 22 de maio, que deixou 22 mortos e mais de 200 feridos. A cantora organizou o show I Love Manchester junto a outros artistas, que arrecadou mais de R$ 40 milhões em doações.

O líder do conselho municipal de Manchester, Richard Leese, disse: "É um momento adequado para inovar no jeito que reconhecemos aqueles que fazem notória contribuição para a vida e o sucesso de nossa cidade. Nós todos temos motivos para ficar incrivelmente orgulhosos do jeito resiliente que a cidade e todos os que vivem nela responderam aos terríveis eventos do dia 22 de maio, com amor e coragem em vez de medo e ódio. Ariana Grande foi um exemplo dessa resposta. Eu acho que muitas pessoas já a consideram como uma cidadã de Manchester e ficariam felizes, se o conselho aprovar a proposta, em tornar isso oficial".

Além do show, Ariana Grande ainda visitou diversas crianças que foram feridas no atentado, Sua mãe, Joan, ainda ajudou a socorrer pessoas durante o atentado.