Ariana Grande é nomeada cidadã honorária de Manchester 

Redação - O Estado de S.Paulo

Cantora arrecadou quase três milhões de libras para ajudar as vítimas do atentado 

Ariana Grande no show 'One Love Manchester'

Ariana Grande no show 'One Love Manchester' Foto: Dave Hogan/Handout via REUTERS

Ariana Grande foi oficialmente nomeada cidadã honorária de Manchester depois do show que fez para arrecadar fundos para as vítimas do atentado. A decisão, tomada nesta quarta-feira, 12, foi unânime entre os conselheiros da cidade. 

No dia 22 de maio, durante uma apresentação da cantora na cidade, um terrorista explodiu uma bomba e matou 22 pessoas, entre elas, crianças. Treze dias depois, Ariana voltou à Manchester para fazer o show One Love Manchester, do qual diversos artistas participaram, como Coldplay, Katy Perry e Justin Bieber. 

A apresentação arrecadou quase 3 mil libras e todos os fundos foram revertidos para os feridos e famílias das vítimas. Ariana também fez uma visita às crianças que foram feridas no ataque e ainda estavam internadas no hospital.

Segundo o The Guardian, o líder do conselho, Sir Richard Leese, descreveu a cantora como uma "jovem americana que eu entenderia se quisesse nunca mais ver esse lugar de novo". "Mas não, em vez disso, como uma artista, ela estava determinada a não se apresentar novamente até voltar à Manchester e cantar." 

Leese ainda explicou que, por Ariana ter ajudado a arrecadar milhões para o fundo We Love Manchester Emergency, ele propôs que ela fosse considerada uma cidadã honorária.