Após selfie com traficante do Rio, policial repete imagem com Naldo

Redação - O Estado de S. Paulo

Cantor foi acusado de agredir a mulher e preso por porte ilegal de arma; imagens estão sob investigação

O cantor Naldo

O cantor Naldo Foto: Instagram / @naldobenny

A policial Mirian dos Santos, que tirou selfie com o traficante Rogério 157 após sua prisão, repetiu a ação com o cantor Naldo depois de o músico pagar fiança contra acusação de ter agredido sua mulher, Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, e portar arma ilegalmente. Outros agentes também tiraram foto, por exemplo, com Rogério. A Corregedoria Interna da Polícia Civil do Rio de Janeiro avalia como punirá os envolvidos.

Segundo informou o UOL, a Corregedoria está realizando audiências com os agentes que participaram das fotos. Eles podem ser situados em duas categorias de infrações: aparecer em local público com companhias de má reputação (um a 15 dias de suspensão) ou desrespeito a garantias e liberdade individual dos presos (de 41 a 90 dias). Agora, a selfie de uma policial com o artista Naldo também está sob investigação.

No mesmo dia em que tirou a fotografia, Mirian já havia prestado depoimento sobre o ocorrido. Hoje, 7, ela voltará à delegacia para prestar depoimento sobre a selfie com Naldo.

De acordo com depoimentos dados à Corregedoria, as imagens originalmente circulavam em grupos fechados do WhatsApp, e, a partir do momento que foram vazadas, viralizaram.