Anitta lança clipe 'Vai Malandra', gravado no Vidigal

Redação - O Estado de S.Paulo

No lançamento, cantora confirmou nova parceria com J Balvin

Cena do clipe Vai Malandra, de Anitta, lançado nesta segunda, 18 de dezembro. 

Cena do clipe Vai Malandra, de Anitta, lançado nesta segunda, 18 de dezembro.  Foto: Cena do clipe de Vai Malandra/Vai Malandra, Anitta

Foi publicado nesta segunda-feira, 18, o clipe de Vai Malandra, o último de Anitta em 2017. O lançamento encerra o projeto CheckMate, no qual a cantora prometeu (e conseguiu) divulgar um videoclipe por mês a partir de setembro deste ano. No Instagram ela dá indícios dos novos trabalhos em 2018 - uma parceria com J Balvin, com a música Machika

Vai Malandra foi gravado no Morro do Vidigal, cenário característico do Rio de Janeiro, e é uma volta de Anitta ao português - depois de Paradinha, Will I See You, Is That For Me e Dowtown. Em algumas imagens de dviulgação do material a cantora defendeu o funk e se colocou contrária ao Projeto de Lei que quer criminalizar o estilo musical. A proposta foi rejeitada pelo Senado no final de setembro, mas o assunto ter sido levantado pelos parlamentares movimentou a opinião pública. 

Na live da lançamento, compartilhada no canal de Anitta no YouTube, a cantora foi entrevistada por Didi Wagner. Ela relembrou a ideia por trás do CkeckMate e recebeu os demais participantes de Vai Malandra: Tropkillaz, Dj Yuri Martins e Mc Zaac. No Twitter, internautas têm a expectativa que música seja o hit do verão 2018. 

  

Anitta confirmou a nova parceria com J Balvin, com quem canta Downton. "J Balvin é um grande amigo, tem nova música com ele", disse para Didi Wagner. Ela já vinha postando imagens com o título da música Machika, do colombiano, que está gravando clipe na Colômbia. Um dos dançarinos de Balvin já tinha anunciado a presença da cantora. “Estou na Colômbia filmando o clipe de Machika, música de J Balvin feat Anitta".  

 

Uma publicação compartilhada por anitta (@anitta) em

VEJA TAMBÉM: Por que 2017 foi o ano da Anitta

VEJA TAMBÉM: Os últimos hits de fim de ano e Carnaval — e o que pode ser hit de 2018