Amy Schumer sobre caso Aziz Ansari: 'Ele é meu amigo, mas eu realmente sinto por aquela mulher'

Redação - O Estado de S.Paulo

Uma fotógrafa publicou um relato na internet no qual ter sido abusada sexualmente pelo ator durante um encontro

Amy Schumer é amiga de Aziz Ansari, mas não o defendeu em acusação de abuso sexual.

Amy Schumer é amiga de Aziz Ansari, mas não o defendeu em acusação de abuso sexual. Foto: REUTERS/Mario Anzuoni

Em entrevista recente ao podcast The Katie Couric, Amy Schumer falou sobre as acusações de assédio sexual que uma mulher fez a Aziz Ansari, ator que é amigo da comediante.

"Eu não acho que ninguém quer ver a carreira ou a vida de Aziz arruinada por isso ou algo assim, mas é isso que as pessoas pensam. Elas pensam: 'Ele merece isso?'. Mas essa situação não é sobre isso. Eu acho que é, na verdade, sobre expressar e mostrar para as mulheres que esse comportamento não é ok e que você não apenas pode sair, mas deve sair. Porque você deixa uma marca para as mulheres que virão depois de você também", falou.

"Ele é meu amigo, mas eu realmente sinto por aquela mulher. Eu me identifico com qualquer mulher em uma situação dessas. Mesmo que ele seja meu amigo, eu não vou dizer: 'Ah, mas ele é um cara legal'. Eu penso: 'O que eu sentiria se fosse ela?'", continuou Amy. 

"Se você tem um médico que te deixa desconfortável, se você tem um massagista ou se você tem um encontro com alguém que te coage a uma situação assim como Aziz fez, eu não acho que há algum tipo de crime, mas eu penso que todos devem aprender que esse tipo de comportamento não é aceitável. Não é crime, mas não é certo. E isso pode realmente prejudicar uma mulher", concluiu.
 
Uma fotógrafa de Nova York, que não se identificou, alegou que teve a "pior noite de sua vida" durante um encontro com Aziz Ansari em 2017. Ela alegou que deu sinais claros de que não estava a fim de fazer sexo, porém o ator a ignorou. "Eu realmente me toquei que havia sido abusada. Eu senti tudo quando eu me deitei ali. A experiência toda foi horrível", relatou ela em um site chamado Babe.

Ansari disse, em comunicado, que achou que tudo havia sido consensual. "Em setembro do ano passado, eu conheci uma mulher em uma festa. Nós trocamos números, trocamos mensagens e nos encontramos. Nós saímos para jantar, e nós acabamos começando uma atividade sexual, o que tudo indicava que era consensual. Eu continuo apoiando o movimento que está acontecendo em nossa cultura. É necessário e já deveria ter acontecido há tempos", disse o ator.