Amal Clooney é vista antes de discursar sobre crimes de guerra

Redação - O Estado de S.Paulo

Em Londres, a advogada e ativista pelos direitos humanos foi fotografada chegando à Chatham House para se pronunciar sobre o conflito sírio

Amal Clooney, advogada pelos direitos humanos, em discurso na ONU, em Nova York (EUA).

Amal Clooney, advogada pelos direitos humanos, em discurso na ONU, em Nova York (EUA). Foto: Lucas Jackson/Reuters

Sobretudo advogada dos direitos humanos, Amal Clooney foi fotografada a caminho de mais um discurso, dessa vez sobre os crimes de guerra cometidos na Síria e no Iraque. A ativista estava chegando à sede da Chatham House, instituição de análise e compreensão sobre temas da política internacional. O conflito sírio completou cinco anos neste mês de março. Há denúncias de uso de armas químicas por parte do exército oficial da Sìria. 

De nacionalidade libanesa-britânica, a advogada anunciou que está grávida de gêmeos. O anúncio foi feito em fevereiro e o nascimento é esperado para junho de 2017. Amal, de 39 anos, é mãe de primeira viagem,  assim como o pai dos bebês, seu marido e ator George Clooney, de 55 anos.