Maratonista perde dedos do pé e doa para bar fazer drinques; veja

Redação - O Estado de S.Paulo

O 'sourtoe cocktail' é composto por uma dose de uísque e um dedo mumificado

Um ultramaratonista inglês doou três dedos do pé amputados para um hotel que faz um drinque utilizando os membros

Um ultramaratonista inglês doou três dedos do pé amputados para um hotel que faz um drinque utilizando os membros Foto: Pixabay/gaustin11

Após perder três dedos do pé correndo uma ultramaratona no Ártico em fevereiro, o corredor inglês Nick Griffiths decidiu fazer algo inusitado com os membros amputados: vai doá-los para um bar no extremo norte do Canadá que faz um drinque usando dedos mumificados.

Após correr a Yukon Artic Ultra, que cruza o norte do Canadá, Griffiths sofreu queimaduras por gelo graves nos pés e nas mãos que acabaram por causar a amputação dos dedos. Em uma das etapas da ultramaratona eles passam por Dawson City, cidade conhecida pela corrida do ouro canadense no final dos anos 1890 e que tem um bar cuja principal iguaria é um drinque chamado sourtoe cocktail (drinque do dedo azedo, em tradução livre).

A bebida nada mais é do que um copo de uísque em que o barman coloca um dedo mumificado para fazer com que a pessoa vire o drinque o mais rápido possível sem engolir o membro. Segundo Griffiths, foi o hotel que entrou em contato com ele sobre os dedos. "Eles basicamente disseram 'podemos ficar com eles se você não vai precisar mais deles?'", disse em entrevista para a emissora canadense CBC News.

O maratonista então perguntou ao cirurgião se era possível guardar os dedos amputados, o que foi confirmado pelo médico. "Ele gentilmente os colocou em pequenas jarras e agora estão na minha escrivaninha. Preciso só achar um jeito de mandá-los para o Canadá", brincou.

Veja abaixo um vídeo (em inglês) sobre o inusitado drinque.