Timor Leste tem sua primeira parada LGBT

Redação - O Estado de S.Paulo

Cerca de 500 pessoas se reuniram em Dili, capital do país que fica no sudeste asiático

Parada LGBT no Timor Leste reuniu cerca de 500 pessoas.

Parada LGBT no Timor Leste reuniu cerca de 500 pessoas. Foto: facebook.com/unwomenasia

Quase 500 pessoas participaram da primeira parada em prol dos direitos LGBT no Timor Leste, no último domingo, 2. A parada aconteceu em Dili, capital do país, após o primeiro-ministro, Rui Maria de Araújo, ter dito que apoia a igualdade de direito para esses grupos.

O país, que fica no sudeste asiático, foi colônia de Portugal e, posteriormente, da Indonésia. Em 2002, após muitos conflitos, o país finalmente conquistou sua independência, e hoje conta com pouco mais de um milhão de habitantes.