Por que uma rede familiar de supermercados é a segunda melhor empresa para trabalhar nos EUA

- O Estado de S.Paulo

Wegmans fica atrás apenas do Google em lista da 'Fortune'

  

   Foto: Alexas_Fotos/Pixabay

A centenária rede de supermercados Wegmans chegou ao segundo lugar na lista da revsta Fortune das 100 melhores empresas para se trabalhar. Em 2017 o ranking completa 20 anos, e a empresa familiar esteve na lista em todos eles.

Atrás apenas do Google, a Wegmans oferece salários considerados padrão do mercado - nem tão altos, nem tão baixos - e o trabalho em um supermercado pode parecer uma rotina bastante comum. No entanto, a empresa se destacou no ranking pela flexibilidade nos horários de trabalho e pequenos gestos que demonstram consideração com os empregados: bolo no aniversário e chocolate quente para quem trabalha na área externa no frio são alguns dos exemplos, além de programas de bem-estar para os funcionários que incluem aulas de zumba e acompanhamento nutricional.

Mas não se engane: apesar de ser uma empresa familiar, a Wegmans não é tão pequena assim. No site da rede, está escrito que a companhia faturou 8,3 bilhões de dólares em vendas em 2016 (eles não revelam o quanto disso foi lucro).  E, apesar de estar presente em apenas seis estados dos Estados Unidos, a empresa parece ser muito querida também nas redes sociais. São mais de 350 mil seguidores no Facebook e mais de 170 mil no Twitter.

É possível se inscrever para trabalhar na empresa pelo site. Eles não deixam claro se ajudam o estrangeiro com o visto de permanência, mas não custa sonhar, não é?

"Estamos orgulhosos de estar em segundo lugar no ranking da Forbes das 100 melhores empresas para se trabalhar! Você celebrou conosco hoje?"