Policial militar amamenta bebê recém-nascido enquanto pai é interrogado

Redação - O Estado de S.Paulo

Soldado Ana Maria se ofereceu para dar leite para criança, que chorava muito

Atitude foi elogiada por alguns internautas; outros alertaram sobre o perigo de amamentar uma criança da qual não é mãe

Atitude foi elogiada por alguns internautas; outros alertaram sobre o perigo de amamentar uma criança da qual não é mãe Foto: Facebook/ PoliciaMilitarPA

No último domingo, 4, a Polícia Militar do Pará divulgou um relato sobre uma abordagem. Um homem com um bebê recém-nascido foi parado pela instituição em ação preventiva. Durante o interrogatório, a criança, filho do abordado, começou a chorar. 

Uma soldado, Ana Maria, que participava da abordagem, supôs que a criança poderia estar com fome e se ofereceu para amamentar o bebê. De acordo com o Facebook da Polícia Militar local, "a guarnição e o pai foram em busca de um local reservado e aconchegante para que o bebê pudesse mamar tranquilamente". 

O post da PM do Pará viralizou e, nos comentários, muitos elogiavam a atitude. No entanto, outros alertaram para o perigo de crianças ingerirem o leite que não é de suas mães. 

Confira o post na íntegra: