Pessoas não são dispensáveis

Barton Goldsmith - O Estado de S.Paulo

Se você simplesmente desaparecer sem dizer o que considerou errado, essa pessoa não terá a chance de compensar a dor que você sentiu ou ainda sente

Afastar-se com raiva e com o coração ferido não tornará sua vida um lugar melhor para estar

Afastar-se com raiva e com o coração ferido não tornará sua vida um lugar melhor para estar Foto: Max Lebram/ Creative Commons

Vivemos num mundo onde pessoas - mesmo as que um dia amamos - são tratadas como se fossem dispensáveis. Sem nem ao menos falar sobre o assunto, nós nos afastamos de amigos e familiares que nos decepcionam e, sem nem sequer um até logo, elas estão fora de nossas vidas.

Não estou dizendo que esta é uma reação imprópria se alguém está abusando de você. Mas ser ofendido é diferente de ser abusado - e convém ter em mente que se o seu ente querido disse alguma coisa que fez suas penas eriçarem, há boas chances de que ele ou ela queira se desculpar. Se você simplesmente desaparecer sem dizer o que considerou errado, essa pessoa não terá a chance de compensar a dor que você sentiu ou ainda sente.

Hoje em dia, em vez de fazer o esforço para corrigir as coisas, as pessoas simplesmente param de responder mensagens de texto e ligações telefônicas. Isto pode ser mais fácil do que dizer a alguém a verdade sobre como você se sente e por quê. Mas não lhe dará a paz de espírito e a tranquilidade que você está procurando.

Quando alguém faz alguma coisa imprópria, isto pode desencadear sentimentos e lembranças desagradáveis, muitas das quais não têm nada a ver com essa pessoa. É como se todas as vibrações negativas estivessem num fichário mental que você empurra sobre qualquer um(a) que o fira. Isto se chama projeção.

Em vez de repelir alguém que você conhece há muito tempo ou alguém que ama, deixar que ele ou ela saiba que você chegou ao seu limite pode ajudar essa pessoa a mudar para melhor, e pode salvar sua relação. Você ficaria surpreso(a) de quantas pessoas não conseguem dizer que têm velhos amigos porque se envolverem neste padrão de desconexão na maior parte de suas vidas, e isto não é emocionalmente saudável. 

Relacionamentos e amizades exigem esforço, e ninguém é perfeito. Embora você possa ter dificuldade de discutir seus sentimentos com alguém que o(a) feriu, e possa ter medo de abrir a discussão, esta é a única maneira de resolver seus problemas. Algumas palavras bem escolhidas e se dispor a escutar o outro podem facilmente salvar sua amizade ou seu casamento.

As pessoas não são dispensáveis. Se você já teve a experiência de cortar alguém de sua vida, sentindo uma grande perda somente mais tarde, sabe o que quero dizer. A família é tudo, e aos que não têm uma, os amigos se tornam essa família. Ter pessoas em sua vida faz você se sentir mais forte e justificado(a). Se você as repele, sentirá a perda tão logo a raiva passar, É muito mais fácil se aferrar aos sentimentos positivos sobre a pessoa em sua vida do que abrigar os negativos. Afastar-se com raiva e com o coração ferido não tornará sua vida um lugar melhor para estar.

Por isso, tente alguma conversa antes de dizer adeus ou parar de responder mensagens. Quando você está aborrecido(a), pode não perceber a importância de velhos amigos e amados, mas com o tempo, sempre perceberá.

O autor é psicoterapeuta em Westlake Village, Califórnia, e autor de "The Happy Couple: How to Make Happiness a Habit One Little Loving Thing at a Time"

Tradução de Celso Paciornik