Pais tentam curar autismo com alvejante no Reino Unido

Agência Ansa - ANSA

Seis famílias estão sendo acusadas pela Justiça de dar alvejante para seus filhos com autismo tomarem

No Reino Unido, seis famílias estão sendo acusadas de dar alvejante para seus filhos com autismo tomarem

No Reino Unido, seis famílias estão sendo acusadas de dar alvejante para seus filhos com autismo tomarem Foto: Jessica Rinaldi/Reuters

Ao menos seis famílias do Reino Unido foram acusadas, na última quarta-feira, 7, de dar alvejante para seus filhos com autismo tomarem. Todos foram interrogados pela polícia local. A ideia surgiu por meio de um grupo secreto de Facebook cujo mentor é Danny Glass, um conhecido 'guru' inglês, que diz que a ingestão do produto pode ajudar a "remover os parasitas que causam o autismo".

A chamada solução Miracle Mineral, é, na verdade, um coquetel de cloreto de sódio e ácido cítrico, que juntos formam o dióxido de cloro, geralmente usado como um cloro industrial. A substância pode causar diarreia, vômitos e desidratação.

O produto está sendo vendido em diferentes sites por 30 euros (cerca de R$ 120), e segundo fontes citadas pela publicação, diversos pais criaram um grupo no Facebook para trocarem dicas sobre como usá-lo.

"Uma mulher sugere que as crianças devem receber 16 doses diariamente durante três meses", relata uma mãe para outro participante do grupo. Em outra mensagem privada, pais descrevem que usaram a solução por conta do desespero de olharem o filho de apenas dois anos sofrendo.

Não há nenhuma comprovação científica de que o autismo pode ser curado. A ingestão de produtos que prometem a cura da condição não é legalizada e nem encorajada por nenhum órgão de saúde.