Pai manda mensagem para pessoas que julgam birras de crianças e viraliza

- O Estado de S.Paulo

'Antes de fazer julgamentos, pense que você está presenciando não um pais ruins, mas pais trabalhando duro para resolver o problema', desabafou

Pai desabafa sobre pessoas que julgam os pais quando filhos fazem birra. 

Pai desabafa sobre pessoas que julgam os pais quando filhos fazem birra.  Foto: Pixabay

É comum que crianças façam birra. Muitas vezes, elas choram, gritam, não saem do lugar ou se jogam no chão, e os pais fazem de tudo para resolver o problema enquanto recebem olhares de julgamento das pessoas ao redor. Um pai americano resolveu mandar uma mensagem para essas pessoas.

O pai, Clint Edward, estava jantando com sua família num restaurante e a filha ficou irritada pois a mãe não a deixou arremessar a comida. "Então ela gritou, e gritou, e chutou e chutou, e já que eu era o único que havia terminado minha refeição, eu tive o prazer de arrastá-la para fora do restaurante", relatou o pai no Facebook.

Ele contou que, andando pelo bar, muitas pessoas ficaram olhando feio para ele, como se dissessem "se você não consegue controlar seu filho, então vá para fora". Então Edward levou a filha até o carro, tirou uma foto e escreveu um desabafo direcionado a essas pessoas.

"Bem, não. Eu não posso controlá-la. Não o tempo todo, não ainda. Ela tem dois anos e vamos precisar de muito tempo para ensiná-la como se comportar em público. O único jeito de fazer isso é levá-la aos lugares e mostrar o que é certo e o que é errado. Dizer 'não' um milhão de vezes, deixá-la brava e dizer 'não' de novo. Essas lições exigem paciência, trabalho duro e experiências do mundo real, então peço desculpas àqueles que ficaram irritados no bar com a reação da minha filha, mas vocês são parte da lição", disse.

E completou: "Seus pais fizeram o mesmo com vocês e é por isso que vocês sabem reconhecer quando uma criança faz algo irritante em um restaurante. Foi assim que vocês aprenderam a olhar para a situação e dizer: 'Aquele pai precisa controlar seus filhos'. Foi como você aprendeu a ser uma pessoa respeitável. Eu entendo. Crianças que gritam em restaurantes são irritantes. Eu sei. Estou vivendo isso. Mas, antes de ficar bravo e fazer julgamentos, pense que você está presenciando não um pai ruim, mas pais trabalhando duro para resolver o problema. Você está olhando para o que transforma uma criança em uma pessoa".

O relato foi postado no início da semana e já tem mais de 156 mil compartilhamentos e 366 mil curtidas.