Ônibus com mensagem transfóbica tem circulação interrompida em Madri

- O Estado de S.Paulo

No veículo, lê-se: 'Meninos têm pênis, meninas têm vaginas, não deixe que te enganem', numa campanha contra o direito à identidade de gênero

Anúncio no ônibus foi feito por associação católica conservadora, que luta contra o direito à identidade de gênero. 

Anúncio no ônibus foi feito por associação católica conservadora, que luta contra o direito à identidade de gênero.  Foto: AFPPHOTO/PIERRE-PHILIPPE MARCOU

Nesta semana, muitas pessoas que circulavam por Madri, na Espanha, se depararam com um ônibus com um anúncio transfóbico. A campanha, feita pela associação católica conservadora Hazte Oír, tinha a seguinte mensagem: "Meninos têm pênis, meninas têm vaginas. Não deixe que te enganem. Se você nasceu homem, é homem, se você é mulher, vai continuar sendo".

O ônibus começou a circular pela cidade no dia 27 de fevereiro e, após ser alvo de muitas críticas, a prefeitura de Madri abriu uma investigação urgente na última quarta-feira, 1º, e o ônibus teve a circulação interrompida. A porta-voz da prefeitura, Rita Maestre, disse à imprensa local que o veículo tem uma 'campanha de ódio' e, por isso, descumpre as regras de transporte e mobilidade. 

A associação costuma realizar várias campanhas contra a promoção da identidade de gênero, e está usando suas redes sociais para se defender das críticas. A Hazte Oir alega que tem direito à "liberdade de expressão", e que o ônibus "não quer discriminar ninguém", e apenas "reconhece um feito da biologia e defende a liberdade ideológica".

* Com informações da AFP