Nasa responde a menino de nove anos que se candidatou a vaga de 'protetor da Terra'

Redação - O Estado de S.Paulo

'Acho que estou apto para o trabalho, porque minha irmã vive dizendo que sou um alien', disse o menino, que se autointitulou um Guardião da Galáxia

Jack Davis tem apenas nove anos, mas já se considera apto para vaga de defensor planetário da Nasa.

Jack Davis tem apenas nove anos, mas já se considera apto para vaga de defensor planetário da Nasa. Foto: twitter.com/nasa

Recentemente, a Nasa anunciou uma vaga de defesa planetária, para prevenir a contaminação biológica fora da Terra. Mas a agência espacial norte-americana não esperava receber a candidatura de um menino de nove anos.

Jack Davis enviou uma carta escrita à mão para a Nasa contando por que deveria ser escolhido para a vaga, se autodenominando um 'guardião da galáxia'.

"Eu posso ter apenas nove anos, mas acho que estou apto para o trabalho. Um dos motivos é que minha irmã vive dizendo que eu sou um alien. Eu assisti a quase todos os filmes sobre alienígenas. Eu também já assisti à série Agentes da S.H.I.E.L.D. e quero ver o filme Homens de Preto. Eu sou ótimo em jogos de videogame. Eu sou novo e, por isso, posso aprender a pensar como um alienígena. Sinceramente, Jack David, guardião da galáxia", escreve o menino.

 

A carta foi publicada no perfil oficial da Nasa no Twitter. Na publicação, a agência mostra que respondeu ao menino com outra carta. "Oi Jack, eu fiquei sabendo que você é um guardião da galáxia e está interessado em ser um agente de proteção planetária da Nasa. Isso é ótimo! Nós sempre estamos procurando por futuros cientistas e engenheiros brilhantes para nos ajudar, então eu espero que você estude muito e vá bem na escola. Nós esperamos te ver na Nasa daqui a alguns dias", escreveu James L. Green, diretor da divisão de Proteção Planetária da agência.

 

VEJA TAMBÉM: 16 crianças que nos dão esperança na humanidade